9 °C
Países Lusófonos

​Macau irá se tornar o lugar mais rico do mundo em 2020, afirma FMI

|

(DE LONDRES) DA REDAÇÃO - O território autônomo chinês de Macau irá registrar a partir de 2020 o maior PIB per capita do mundo, ultrapassando o atual detentor da marca, o Qatar, de acordo com as últimas projeções divulgadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).


Segundo os dados da organização, Macau apresenta atualmente um rendimento per capita de US$ 122.489, só ultrapassado pelo pequeno país árabe, com US$ 128,702.


Em 2020, o rendimento per capita de Macau deverá subir para US$ 143.116, quase o triplo da média das economias mais avançadas como a Austrália, Estados Unidos, Áustria, Reino Unido e China continental.


Cassino Lisboa, em Macau (Divulgação)

Macau


Colonizada e administrada por Portugal durante mais de 400 anos, Macau foi entregue de volta à China em dezembro de 1999, onde possui hoje o status de região administrativa especial. O português, no entanto, continua sendo uma das línguas oficiais.


O FMI calcula que a outra região administrativa especial chinesa, Hong Kong, deverá apresentar em 2020 um PIB per capita de US$ 70,354, inferior à metade do de Macau, ocupando a 10ª posição.


De acordo com os dados do Governo de Macau, no final de 2017 viviam no território cerca de 653 mil habitantes em pouco mais de 30 quilômetros quadrados. Meca dos jogos de azar, Macau é o único local na China onde apostas em casino são legais. Em 2017, a receita do jogo na região cresceu 19,1%, para 265,7 bilhões de patacas (cerca de US$ 33 bi).


Com agência Lusa