23 °C
Londres

​Anúncios funerários "ofensivos" são proibidos em ônibus e metrôs

|

(DE LONDRES) DA REDAÇÃO - A Transport for London (TFL), órgão responsável pelo transporte público na capital britânica, proibiu a exibição no metrô e nos ônibus da cidade de vários anúncios de uma companhia dedicada a comparar preços de diferentes serviços funerários.


Um dos anúncios mostra dois jovens correndo ao longo da praia carregando caixões em vez de pranchas de surfe e brincando sobre as "temperaturas escaldantes" e a cremação. Em outro, algumas jovens vêem caixões em uma loja de vestidos de noiva.


(Reprodução)

Funeral 1


Beyond, a empresa por trás das publicidades, disse à rede de televisão BBC que o que eles queriam era quebrar tabus em torno da morte.


Ian Strang, seu co-fundador, afirma que a campanha foi pensada para ser "ousada", embora não considere que ela seja "cruel" ou "de mau gosto".


A TFL, por sua vez, afirma que o caso fora levado a seu Comitê de Práticas Publicitárias, que alertou que "os cartazes originais propostos pela Beyond poderiam causar danos graves e generalizados" .


(Reprodução)

Funeral 2


"Nosso parceiro trabalhou com a marca para elaborar uma campanha mais aceitável, que é a que está sendo veiculada agora em nossa rede", explicaram.


Strang questionou a decisão do TFL de proibir a campanha, dizendo que o órgão não era um "árbitro moral".


"Eles têm anúncios de empréstimos, de casas de aposta. Um pouco de humor sobre a morte é pior do que esses produtos?”, questionou.


Louise Winter, diretora de uma agência funerária, disse à BBC que estava preocupada com "as famílias aflitas com quem trabalho diariamente". "Se eles vissem isso no metrô, provavelmente ficariam bastante chateados", disse.