22 °C
Londres

Comprar casa é para os ricos

|


789 viviendasLondres


(LONDRES) Por Arelys Gonçalves - A possibilidade de comprar uma casa na capital britânica está cada vez mais distante do cidadão comum. Os preços estão bem acima da renda média e as portas estão se fechando cada vez mais em termos de opções acessíveis. Segundo dados do relatório Home Truths, elaborado pela Federação Nacional da Habitação, os londrinos precisam receber um reajuste salarial de 283% para poder comprar uma casa.


De acordo com esta pesquisa, que compara os preços das propriedades nas diferentes áreas de Londres com os salários pagos nas mesmas regiões, uma família deve ter uma renda anual de quase 135 mil libras para pagar uma hipoteca.
Essa realidade contrasta acentuadamente com os salários médios. Como especificado por este mesmo relatório apresentado pelo gerente de assuntos externos da Federação Nacional de Habitação, Ruth Williamson, tem havido um aumento constante na diferença entre o preço das propriedades e os salários dos londrinos.


Em áreas que são classificadas como as menos caras, como Barking e Dagenham, no leste de Londres, uma renda média de quase 69 mil libras por ano é necessária para pensar em comprar um lugar para morar. O salário médio exigido para uma aquisição em áreas como Newham é 87.920 libras ao ano, enquanto em Croydon é 86.330 libras anuais.


As áreas mais caras, como Kensington e Chelsea, Westminster e Camden, são impensáveis, O sonho de ter uma casa nessas áreas exclusivas é para poucos. Em Kensington e Chelsea, por exemplo, a renda necessária é de 453.435 libras por ano e o preço médio de uma casa ou apartamento é de quase dois milhões de libras.


Em Westminster, os valores estão próximos a dois milhões de libras, enquanto em City London uma habitação custa em torno de 934 mil libras.


Aluguel não é a melhor opção


Trabalhadores com renda baixa são forçados a alugar, mas os preços também são altos quando se trata da capital britânica. Os alugueis em Londres estão na faixa dos 1.748 libras por mês, isso em se tratando de áreas não muito famosas. Se é Kensington, os números disparam chegando a uma média mensal de 3.500 libras. Um valor impensável para quem tem uma renda próxima a 35 mil libras anuais.


Londres torna-se assim o lugar menos recomendado para famílias com poucos recursos e até salários médios. Zonas que são consideradas mais econômicas surpreendem da mesma forma, devido ao alto valor dos aluguéis. Em Croydon, você pode encontrar uma casa com um preço médio de 1104 libras por mês, ainda um valor alto para aqueles que não têm uma conta bancária volumosa.


Mais pedidos de ajuda


Os benefícios públicos tornaram-se a "salvação" para esta tragédia do sistema de moradias. Londres tem 36% mais pedidos de assistência habitacional do que em qualquer outro lugar na Grã-Bretanha. Uma das conclusões do relatório é que, junto com o aumento dos preços, a prefeitura não tem conseguido oferecer aos seus moradores casas realmente acessíveis à população.


Edição em língua portuguesa -  Marta Barbosa