- °C
Reino Unido

Novos incêndios provocam mais mortes e colocam em cheque legislação britânica

|


Foto: Reprodução

LeicesterExplosion

O fogo queima uma loja em Leicester após explosão



Foto: Reprodução

TolworthIncendio (1)

A Tolworth Rise South, na manhã de terça-feira



(LONDRES) Por Marta Barbosa - Duas tragédias deixaram um rastro de morte e tristeza na Inglaterra, em menos de uma semana, e trouxeram de volta o debate sobre a necessidade urgente de uma revisão dos regulamentos de construção e segurança contra incêndios.




No domingo (25), uma explosão numa loja em Leicester deixou cinco vítimas fatais, e outras quatro pessoas continuam internadas no hospital. As chamas tomaram também o primeiro andar do prédio, localizado na Hinkley Road. Mais de 60 casas nas vizinhanças foram evacuadas.



Na manhã da terça (27), oito carros de bombeiro e 58 oficiais lutaram por três horas para conter o fogo, que começou no primeiro andar de um prédio na Tolworth Rise South, no sudoeste de Londres. Duas pessoas morreram e outras cinco continuam internadas. O estado de saúde dos sobreviventes não foi divulgado, mas sabe-se que eles inalaram muita fumaça.


Os dois episódios, cujas causas ainda estão sendo apuradas pela polícia e pelo corpo de bombeiros, trouxeram à memória dos moradores do Reino Unido tristes lembranças. Em menos de um ano, já somam quatro os incêndios de grandes proporções e consequências dramáticas.




Camden Market e Grenfell Tower


Foto: Grenfell Action Group

Grenfell tower fire

Grenfell Tower em chamas



Em julho de 2017, um dos principais cartões postais do norte de Londres foi parcialmente destruído pelas chamas. O Camden Lock Market, em funcionamento desde os anos 1970, amanheceu em chamas. Os três andares mais altos da construção foram destruídos e deles só restaram cinzas.



Foram necessários mais de 70 homens do corpo de bombeiros para controlar o incidente, que felizmente não deixou vítimas fatais. No entanto, comerciantes perderam estoques completos, um prejuízo difícil de ser estimado afinal muitos dos itens eram peças únicas de produção manual.



O incêndio em Camden aconteceu apenas um mês depois de uma das maiores tragédias de Londres, o incêndio em Grenfell Tower, em North Kensington. O prédio de 24 andares ardeu em chamas no dia 14 de junho de 2017, deixando 71 vítimas fatais, mais de 70 pessoas hospitalizadas e dezenas de famílias desabrigadas. Muitas delas vivem em hotéis e hospedagens temporárias ainda hoje.



Polícia e corpo de bombeiros acreditam que o fogo começou acidentalmente em uma geladeira-freezer no quarto andar. O problema foi o rápido alastramento das chamas, acelerado possivelmente pelo tipo de revestimento usado no exterior da construção. O inquérito ainda corre na Justiça, mas independente dele, uma revisão das licenças de construção e segurança contra incêndios está em andamento.